Grupo Levvo ajuda refugiados venezuelanos recomeçar

Grupo Levvo ajuda refugiados venezuelanos recomeçar


Você sabia que durante o ano de 2018, cerca de 70 milhões de pessoas deixaram seu país e foram forçados a buscar refúgio em outro? Isso segundo os dados mais recentes de pesquisar feitas pela ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados). Diversas são as razões que levam alguém a fugir de seu país natal: violência, falta de alimentos/recursos, intolerância racial/religiosa e risco de morte.

O Brasil é o 5° país no mundo que mais recebe imigrantes, todavia, mais de 168 mil venezuelanos já buscaram refúgio em solo brasileiro, mas, para onde vão tantas pessoas quando chegam aqui? Infelizmente, muitos não conhecem ninguém aqui e acabam indo viver em abrigos de imigrantes, que estão espalhados pelo Brasil.

Para dar um lar, um recomeço para os venezuelanos, o Refúgio 343 foi criado em São Paulo, este é um projeto que tem como sonho, e missão, ajudar no acolhimento de refugiados venezuelanos. Seu principal objetivo é oferecer direitos humanos a famílias venezuelanas que buscam refúgio no Brasil, para que possam recomeçar a vida com dignidade.

O refúgio 343 foi lançado como uma campanha de donativos para arrecadar 200 mil reais de voluntários, o que nos permitiria realizar a interiorização e cuidados de 10 famílias venezuelanas em situação de vulnerabilidade por seis meses consecutivos.

O projeto foi um sucesso e arrecadamos quase 214 mil reais, a primeira família comtemplada com um novo lar foi a de Tajires, Hector e seus dois filhos. Anteriormente, eles passaram um ano vivendo em um abrigo em Boa Vista, na Grande São Paulo, e agora eles têm um lar, uma chance de recomeçar.

O Grupo Levvo apoiou o projeto Refúgio 343, assim como também continuaremos apoiando demais campanhas que visem trazer ajuda para pessoas em situação de vulnerabilidade, aliás, você já conhece nossos demais projetos que visam trazer igualdade e resgatar pessoas em situação de vulnerabilidade?

Você pode conferir eles na nossa página sobre o Instituto Levvo, basta clicar aqui saber mais sobre como buscamos ajudar ao próximo.